Estudos de Oxford indicam que vacina da AstraZeneca é eficaz contra variante brasileira

Imagem
A vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford e pela AstraZenca está sendo administrada no Brasil Resultados preliminares apontam que o imunizante não precisará ser modificado para proteger contra a cepa; pesquisa completa deve ser divulgada ainda em março Dados preliminares de um estudo realizado pela Universidade de Oxford, na Inglaterra, apontam que a vacina desenvolvida pelo centro de ensino em parceria com a AstraZeneca é eficaz contra a variante brasileira do coronavírus encontrada em Manaus, no Amazonas. A cepa, apelidada de “P.1“, carrega mutações que tornam o vírus mais contagioso e mais resistente aos anticorpos da doença. Os dados indicam que a vacina não precisará ser modificada para se proteger contra a variante, conforme apurou o repórter Rodrigo Viga, da Jovem Pan. Segundo a fonte com conhecimento da pesquisa, que não forneceu dados concretos sobre a eficácia, o estudo completo deve ser divulgado ainda este mês. A reportagem também entrou em contato com a Fundação Os

Justiça dá 72 horas para Bolsonaro explicar mudança na Petrobras



Foto internet 

O juiz federal André Prado de Vasconcelos, da 7ª Vara Federal de Minas Gerais, determinou que o presidente Bolsonaro, Petrobrás e a União expliquem, em até 72 horas, a indicação do general Joaquim Silva e Luna para o cargo de presidente da Petrobras

Bolsonaro fez o anúncio na sexta-feira (19). O general é o atual diretor da Itaipu Binacional. Se confirmado, Silva e Luna substituirá o atual chefe da estatal, Roberto Castello Branco, indicado pelo presidente após as eleições de 2018.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Estudos de Oxford indicam que vacina da AstraZeneca é eficaz contra variante brasileira

Prefeitura de Juiz de Fora tem nova equipe de governo

Gêmeas se abraçam após parto e fotos emocionam